Um passeio de electrico na Cidade Invicta

Por que não uma passeio à capital do Norte?

Cidade do Porto muito antiga, que concedeu o nome a Portugal e ao generoso vinho distinguido por todos os cantos do planeta, o "vinho do Porto".

Situado junto à foz do Douro, integra edifícios arquitetónicos muito bem edificados em simbiose perfeita com o rio.
O centro histórico é "Património da Humanidade".
O Porto possui uma personalidade típica dos seus habitantes, muito empreendedores e ligados aos comércios.

Conhecer bem a cidade antiga é percorrê-la a pé, admirando as típicas habitações e os monumentos de granito.

Ou então efectuar o percurso no eletrico, que além de meio de transporte, é diversão e símbolo da cidade em que se usufrui um panorama diferente.

No presente post filmei o percurso do "eléctrico 1" o do "electrico 22"


Eléctrico 1

A viagem inicia-se junto à Igreja de São Francisco. O percurso vai-nos mostrando lugares característicos e pitorescos da cidade. O lugar de Miragaia, o edifício da Alfândega, e mais à frente, em Massarelos encontramos o Museu do Vinho do Porto.

Durante a viagem visualizamos mercearias de bairro, tascas e cafés.

Mais à frente, encontramos o Museu do Carro Eléctrico. Perto do final passamos por baixo da Ponte da Arrábida que foi record mundial na altura da construção para pontes em arco de betão armado.

Chegamos então ao Passeio Alegre, fim de linha. Antes o caminho elétrico prolongava-se até Matosinhos.

Eléctrico 22

O percurso inicia-se no Carmo, junto ao quartel, perto do Hospital de Santo António e do Jardim da Cordoaria. Depois passa pela Praça dos Leões, desce a Rua dos Clérigos e atravessa a Praça da Liberdade, junto aos Aliados. Ao longo do caminho visualizamos a Torre dos Clérigos e a Estação de S. Bento.

O circuito termina junto ao funicular dos Guindais, depois do elétrico ter passado na Batalha. Aí, com o mesmo bilhete descemos até à Ribeira pelo funicular que termina mesmo debaixo da ponte D. Luís I.