Património imaterial do Douro - A Senhora dos Remédios "António Cabral"

Património imaterial corresponde ao legado cultural na perspetiva antropológica, a realçar os "valores culturais humanos".

São as afirmações dum "povo" manifestadas através dos seus usos e costumes, religiosidade, crenças e superstições.
É a identidade e originalidade duma determinada população
Hoje, quando tanto se fala e se investe na globalização, sente-se cada vez mais a desagregação dos valores e cultura endógena de populações.

Assim perante este fenómeno castatrófico a sociede terá de redefenir estratégias para preservar a sua afirmação e identidade, sentida como arcabouço de equilíbrio a cada um de nós

Dos custumes às tradições, da religiosidade ao meio paisagístico e rural, todo o Douro, possui grandes riquezas vivas de valores culturais imateriais.

O encanto do rio Douro associado aos xistos, socalcos e vinhedos, mostra um povo que ao longo dos séculos resistiui a tantas adversidades, graças à sua estrutura cultural e religiosa que foi adquirindo.

Este filme, apresentado pelo "Grupo de Contadores de Histórios do Douro" na Vila de Favaios em 2013, interpreta "a Senhora dos Remédios" de "António Cabral"
figura imortal do País Vinhateiro ou, se quiseremos , do Reino Maravilhoso do Douro.