O Grupo de Cantares de Barcos na sua festa vinhateira de 2014

BARCOS, Aldeia Vinhateira do Douro, concelho de Tabuaço, realiza anualmente em tempo de vindimas, o conhecido "Festival da Aldeia Vinhateira" que valoriza a sua localidade, atraíndo vizinhos e turistas.
Povoação situada no enquadramento territorial da realidade do Douro vinhateiro, possui vasta área da cultura da vinha, com história a ela associada.
Em Barcos, contemplada pelo programa «Aldeias Vinhateiras» foi recuperado e valorizado o património histórico, e assinaladas também as artes tradicionais. A realçar, as paisagens da aldeia, das vinhas e dos socalcos.
É também uma aldeia distinguida pelo seu patrimonio monumental ímpar de características muito típicas. A destacar também as suas artes endógenas populares e a cultura anciã evidenciada nas festas e romarias.

Depois do programa de recuperação onde se resguardou e recuperou o imenso património, criaram-se as melhores condições para o bem estar da população local e valorização de todo o potencial turístico.
Existe ao longo do ano, nas suas festividades religiosas e culturais uma afirmação de muito nível na expressividade artística da sua população, sendo portanto um valor turístico a referenciar em programas de destinos culturais, religiosos e paisagísticos.
E foi na festa vinhateira de Barcos de 2014 que a apresentação de temas musicais do cancioneiro português foi exibida pelo seu "Grupo de Cantares" que se demarcou com muita expressividade e animosidade, percorrendo o espaço histórico da aldeia.
Este grupo que canta a música popular e folclórica, é já um símbolos identidade e referência artística da aldeia.