Natal 2012, a banda filarmónica de Nagoselo do Douro

Neste Natal de 2012, Portugal vive momentos difíceis que exigem esperança e o compromisso de todos na construção do futuro.

Natal mais importante que nunca, pois perante estes tempos de grande incerteza em relação ao futuro apressa a necessidade de se renovar a esperança num Portugal estável e próspero.

A crise de que tanto se fala, implica mudança com vista à criação duma sociedade justa e fraterna.

                                                               Canções de Natal, pela Banda Filarmónica de Nagoselo do Douro na sua festa de Natal da aldeia

Neste Natal tão necessário, as reflecções dos nossos políticos deveriam ter o substracto da doutrina social da Igreja, importantíssima à humanização da vida em sociedade.

Este Natal mais do que nunca é para ser vivido com muita fé, firmação da esperança, um compromisso efectivo a pensar no futuro sadio.

Portugal, a Pátria, precisa de ser unida e solidária, onde o substracto da religião cristã é fundamental à edificação do verdadeiro humanismo