Da foz do Távora à Quinta da Romaneira  o comboio do Douro

O desenvolvimento turístico na linha do Douro e seus ramais aferentes, oferece ao turista a dimensão da herança da primeira revolução industrial, o encanto que emerge pela descoberta do meio ambiente paisagístico e a reconciliação dos comboio antigo com o progresso.

O dever de todos em salvaguardar estes verdadeiros museus em movimento torna-se certamente sensibilizador e contagiante para muitos, ficando para a comunidade esta riqueza, testemunho da história industrial.

Será pelo investimento nas ferrovias turísticas, com toda a sua dimensão cultural, entusiasta e nostálgica, que comboios e linhas férreas Dourienses conseguem evitar a terrível armadilha do desmantelamento e retirada.