Banda Filarmónica de Lalim, Lamego interpreta: Concerto de amor

Música é cultura, indicador de civilidade e qualidade de vida.
Onde há filarmónicas existe sensibilidade e brio cultural da população.
Nada de melhor que a referência duma banda filarmónica numa colectividade, pois o seu estandarte, a farda e o seu hino, não só são motivo de orgulho da comunidade, como também o registo da sua identidade.

Aprazível e inaltecedor, uma pequena comunidade do concelho de Lamego, Lalim, possuir uma banda do mais alto nível de qualidade, a responder pela boa formação musical, intelectual e humana, das suas crianças, jovens e adultos. .
Um grupo com brio, nível e acção de todos, e um Maestro exemplar.
Sociedade e poderes politicos, bem representados no evento que apresento na vila de Tabuaço certamente estão sensibilizados para a importância da cultura musical das populações, e o grande privilégio dos jovens passarem por uma banda, que os prepara e motiva a adquirir hábitos musicais relacionados com a música de filarmónica geridos sob uma direcção, o maestro, a tocar em sintonia com os diversos instrumentos dos vários músicos, desenvolvendo assim aptidões para a musicalidade e interpretação dos vários pormenores técnicos.
Uma banda, além do seu valor no entretenimento da população, funciona como excelente incentivo aos jovens na cultura musical, ocupação e trabalho de equipe.
Assim sendo, estas Instituições provam, o quanto é importante o desempenho que a nossa sociedade deve assumir no apoio e dignificação da Bandas Filarmónicas, através da promoção frequente nos acontecimentos culturais com o objectivo de as valorizar cada vez mais.

Será agir para as varias comunidades nas diferentes localidades, dignificarem a sua terra demarcando a sua contemporaneidade.