As estações ribeirinhas do Douro entre Mosteiró e Rede - Portugal

Passeios e viagens que não saiem da memória, mesmo por muitas vezes que os façamos.

No trajecto que apresento, pelas estações ribeirinhas entre Mosteiró e Rede, continuamos a observar extraordinárias paisagens, agora com enormes maciços rochosos escarpados a estrangular de quando em quando o trajecto do rio.

O espaço geográfico envolvente das estações subjuga os nossos sentidos; são os odores intensos das vegetações, a abundância de tonalidades, que vão do verde ao azul, e que durante o dia ora são preenchidos com luz, ou então com ténues sombras.

O filme desta apresentação realizei-o nos primeiros dia de Setembro e última parte, já na Rede em Dezembro, subindo e descendo montes ao encontro das estações ribeirinhas.

Lá no cimo das montanhas observa-se a magnitude da natureza perdulária de imensidão de vegetações, que vão dos socalcos de vinhedos a florestas de pinheiros, descendo em ravinas até ao rio Douro

São muitos os miradouros encontrados, por todos os cenários. Lá encontramos sempre ao fundo na margem direita do rio, o trajecto da linha férrea e, de quando em quando as suas pontes férreas.

Na úlima parte do filme, o miradouro do solar da Rede subjuga a montante e a jusante o ziguezague do Douro, já num próspero vale.