2008 - A feira Aquilineana da Lapa

O conjunto de representações etno-musicais, danças e cantares populares constituem nesta festa cultural Aquilineana da Lapa, um repertório ímpar da vivência em tempo de lazer da cultura tradicional beirã.

 A Beira Alta sempre foi um verdadeiro caldeirão cultural, fruto da convivência entre duas culturas: a popular e a erudita.
Cânticos populares tradicionais da Beira Alta não se esgotam nas cantigas transmitidas de geração em geração, nascendo espontâneamente da simples arte popular bem característica nas peças deste post.

 A Beira Alta sempre foi um verdadeiro caldeirão cultural, fruto da convivência entre duas culturas: a popular e a erudita.
Cânticos populares tradicionais da Beira Alta não se esgotam nas cantigas transmitidas de geração em geração, nascendo espontâneamente da simples arte popular bem característica nas peças deste post.

O convívio das gentes, continua a afirmar-se através dos tempos, com uma valência etno-cultural de identidade regional e local muito própria: o folclore, as danças e cantares, os acordeonistas e mesmo as representações teatrais baseadas nos romances de Aquilino Ribeiro

Alguns dos cantares populares apresentados na peça, têm inspiração aquilineana, estão direccionados e encaixados na cultura da Lapa no seu ambiente religioso, e passado estudantil local. São os efeitos do filão popular, religioso e académico, que outrora perdurou por estas bandas

Consequência da sua situação estratégica do culto cristão em Portugal, a Lapa era e continua a ser um local privilegiado para uma vivência frequente com as festas religiosas, romarias ou outros eventos similares, onde se denotam as influências culturais da região e do país.

A existência na região da Lapa de uma cultura erudita ficou a dever-se ao facto de, no local, terem habitado vários grupos sociais, constituidos pela população local, a eclesiástica o professorado do Colégio e os alunos, que desenvolveram então as suas culturas específicas, onde o musical parecia estar presente para actividades lúdicas e ocupação de tempos livres.