A queima do Diabo

Um grande diabo para ser queimado,numa das tradição dos rituais de festas de Tràs-os- Montes

Um diabo com asas, simbolizado em imagem de meio homem meio animal, mascarado com farpa numa mão e facalhão na outra. É a medonhenta figura mítica que inspira as festas carnavalescas de Bragança. 

O autor da presente figura diabólica é Luis Canotilho, artista de belas artes, que retrata o diabo simbolizado nas máscaras de Tràs-os-Montes que adornam os tradicionais caretos, que saiem às ruas no Natal e Carnaval.
Observamos no presente filme, o diabo no juizo final a ser queimado por labaredas de chamas.